20.7.11

Continuo a dar demasiada importância às coisas pequenas.
Continuo a preocupar-me demasiado.
Continuo a apreciar mais as coisas simples.
Continuo a ser contraditória.
Continuo a ter teorias para tudo.
Continuo a gostar de praia, de crepes e de rir compulsivamente.
Apesar de todas as mudanças que se abateram sobre a minha cabeça, e todas aquelas que ainda irão chegar, continuo a ser a mesma. Porque são todas as minhas dúvidas, incertezas, paranóias e decisões que fazem de mim quem eu sou.
A minha essência, essa, nunca ninguém ma poderá tirar!

1 comentário:

nicolemorais disse...

estou sempre a dizer-te isso :)
(L)