9.7.11

should be everybody's way.


Hoje, numa conversa normal com a pessoa que melhor me conhece, a minha mãe, finalmente percebi o porquê das repentinas mudanças de humor e da depressão que, de vez em quando, paira sobre mim.
O facto de não ter objectivos pré-definidos, a partir de agora, tira-me toda a minha força e a minha determinação. Andar à deriva faz-me ficar desorientada, sem saber que caminho seguir e, muito pior, sem saber onde encontrar um caminho.
Mas hoje meti na cabeça que isso não faz mal, que é normal e que a minha determinação não desvanece por isso. Só tenho de seguir em frente, mantendo-me nessa linha, o mais recta possível, e, quando a altura de decidir chegar, terei de pensar com a cabeça e saber que será o melhor para mim porque será o que eu realmente quero.
E sei que esse dia chegará. E eu estarei à espera dele, ansiosa pelo poder individual que me dá sobre a minha própria vida. Porque eu posso tentar alterar certas partes do meu destino. Posso tentar reescrevê-las da melhor maneira possível. Posso porque eu, tal como todos nós, temos a força necessária para viver a nossa vida. E eu quero viver, não sobreviver. E aí a força volta, assim como o sorriso, assim como a tranquilidade.

2 comentários:

Nicole. disse...

lindooo, princess! eu sei que vais conseguir (L)

nicolemorais disse...

AMO-TE (L)