19.1.12

Tira o que precisas.



Hoje acordei com o teu telefonema.
Foi tão inesperado, foi uma daquelas coisas espontâneas que sempre te disse que me conquistavam.
Acordaste-me, vieste ter comigo e obrigaste-me a sair da cama, a enfrentar o sol. E foi isso que fizemos, juntos.
É nestes momentos que vejo o quão apaixonados estamos. E é, também, nestes momentos, que não sei porque é que teimamos em minimizar a nossa paixão, se o que é suposto fazer é reacendê-la a cada dia que passa.
Mas hoje foi diferente. Hoje esforçaste-te por chegar à parte sombria do meu ser. E hoje, como costumavas fazer antes, conseguiste mostrar-lhe a luz do sol.
E, a caminho de casa, descobrimos e guardámos aquilo que precisamos para continuar à superfície: controlo, "para organizar as ideias", e persistência, "para cumprir todas as metas".
Juntos iremos conseguir. Eu sei que sim e não vou desistir dessa ideia e, muito menos, de ti, de nós.
E que todos os dias sejam como hoje: luminosos e apaixonados.
Amo-te. Mais que tudo.

5 comentários:

Anónimo disse...

Muito obrigada, de coração mesmo.
Tens cá um texto muito bonito, adorei. Felicidade :)

nicolemorais disse...

como certas coisas fazem a diferença :) <3

elise disse...

mas que lindo*

andrii disse...

Oh, que lindos *.*
You'll be happy.

andrii disse...

Obrigada, querida, a sério :)