22.8.10

Life always goes on.

Não cheguei a dizer nada. Não cheguei a mostrar que tinha tomado uma decisão. Simplesmente segui em frente e não avisei; não tinha de o fazer.
Depois de tanto lutar por um amor que, no fundo, sempre soube que era impossível, decidi seguir o meu caminho. Não o fiz de ânimo leve; a vida encarregou-se de me mostrar que há sempre algo para lá do sofrimento. E como eu sofri, meu Deus! Até isso vivi intensamente. Cheguei a achar que aquele era o amor da minha vida, que nunca iria ultrapassar aquela dor; cheguei a pensar que ficaria presa naquela armadilha para toda a eternidade. Mas não fiquei. Não fiquei porque a desilusão tornou-se tão insuportável que me fez perceber que não era aquilo que eu queria para mim; não era aquilo que eu merecia! Merecia mais, e eu sabia disso.
E até me podem achar exagerada, mas só eu sei as lágrimas que derramei; só eu sei como tudo me magoou.
Mas, pensando bem, até tenho de agradecer por isso. Tornei-me mais forte, mais perspicaz; fez-me trabalhar mais, fez-me pensar mais, fez-me aguentar mais. Tornei-me numa lutadora.
Tive de mudar completamente a minha maneira de ver as coisas. Tive de mudar a minha vida toda por causa de uma decisão que já viera tarde demais. Mas eu também sempre soube que era forte o suficiente para aguentar todas as consequências que a minha decisão me trouxesse. E fui.
Desculpa-me, mas tive de o fazer. Fi-lo por mim e não me arrependo.
Agora encontro-me feliz como nunca fui e julguei, em tempos, nunca vir a ser.
Consegui encerrar esse capítulo e começar a escrever um novo. O Passado está onde pertence (no Passado) e agora só me importa o Presente. E, quanto a esse, não posso dizer nada porque ainda me sabe a sonhos, a fantasia; ainda me deixa sem palavras.

1 comentário:

nicolemorais disse...

ainda bem que te fez mais forte, e que te fez crescer. realmente já estava na altura de seguires em frente, e acredita mesmo que merecias tudo menos o que passaste. :) a tua vida agora é outra, e sei que estás mais feliz.