6.2.09

novo começo!

(...)
"devia tentar 'arranjar-te'?"
pensei que seria errado debater-me com tal dúvida.
a resposta seria, claramente, um "não".
estava demasiado magoada para te perdoar, desta vez.
sentia-me tão pequena, tão insignificante..
as lágrimas rolavam-me pelo rosto como se não houvesse amanhã.
mas, no fundo, eu continuava ali; à tua espera.
até que um dia as lágrimas secaram!
até que um dia eu cansei-me de ser a tua sombra!
cansei-me de viver-te.
agora, as lágrimas deram lugar ao sorriso.
passei a viver a minha vida. {eu chamo-lhe um novo começo!}
desatei a corda que me prendia ao passado e segui o meu caminho, sem ti.
(acredito que) talvez esteja bem melhor assim.

2 comentários:

nicole moraiis disse...

palavras para quê ?
escusas de dizer mais uma unica vez q eu tenho mais jeito q tu! u.u
minha escritora :')
estas palavras, tocam, bem profundamente! @

andreia sofia disse...

" desatei a corda que me prendia ao passado e segui o meu caminho, sem ti. " reconheci (:
é bom servir-te de inspiração. escreves tão bem minha querida.
um beijo @